Tomografia de tórax: o que você precisa saber sobre esse exame

O que é a tomografia de tórax?

É um exame de imagem essencial para o diagnóstico de várias doenças, especialmente aquelas que podem se apresentar de forma assintomática.

Possui a capacidade de analisar o pulmão e a região torácica, sendo solicitado pelo médico para investigar presença de irregularidades nessa região, como infecções, nódulos ou até mesmo tumores pulmonares.

Quais são indicações comuns no uso da TC de tórax?

A tomografia do tórax é indicada para:

  • Avaliar alteração vistas no raio-x do tórax;
  • Diagnosticar causas de sintomas torácicos, como tosse, falta de ar, dor e febre;
  • Detectar e avaliar a extensão de tumores do tórax ou avaliar se tumores de outras partes do corpo estão acometendo os pulmões;
  • Acompanhar a resposta ao tratamento dos tumores;
  • Ajudar no planejamento de radioterapia.

Principais doenças pulmonares que podem ser diagnosticadas com a indicação do exame de tomografia de tórax:

  • Tumores benignos e malignos;
  • Pneumonia;
  • Tuberculose;
  • Bronquiectasias e fibrose cística;
  • Inflamações e doenças da pleura;
  • Doenças pulmonares intersticiais e fibrose pulmonar;
  • Alterações congênitas (de nascimento), entre outras.

Tomografia de Tórax no diagnóstico da COVID-19

O exame de TC do Tórax possui uma ampla aplicação, e no último ano tem sido um importante aliado como principal método de imagem para o diagnóstico e acompanhamento evolutivo da pneumonia viral por COVID-19.

Com a tomografia de tórax é possível identificar alterações sugestivas da doença em tempo real obtendo um diagnóstico preciso da doença.

Isso tem transformado o exame de tomografia de tórax em um importante aliado no enfrentamento à pandemia.

Protocolo de baixa dose de radiação nos exames de tórax

Técnicas recentes de modulação da dose de acordo com o tamanho do paciente e da área irradiada tem reduzido bastante as doses de radiação na realização desse exame, sem prejudicar a sensibilidade de avaliação de doenças.

Essas técnicas devem ser utilizadas especialmente em crianças e em pacientes que precisam fazer exames repetidas vezes, como no caso do rastreamento do câncer de pulmão.

Na Pro Imagem, nós trabalhamos com protocolos de baixa dose de radiação nos exames gerais de tomografia e ULTRA BAIXA DOSE de radiação nos exames de Tórax e pacientes pediátricos.

Esses protocolos permitem reduzir as doses de radiação, protegendo os pacientes de riscos futuros, sem interferir no processo de diagnóstico e de tratamento, quando necessário, através de reconstruções interativas e com auxílio de inteligência artificial para garantir o padrão de excelência nas imagens obtidas.