HÉRNIA DE DISCO: O que é, causas e diagnóstico

As hérnias de disco são deslocamentos do material do disco intervertebral além dos seus limites.

Existem vários tipos de hérnias e eles podem ocorrer em qualquer segmento da coluna vertebral, sendo o local mais comum a região lombar.

A dor lombar é o quadro clínico mais comum, podendo a dor irradiar para os membros inferiores.

Quais as causas da hérnia de disco?

Podem ser causadas por um conjunto de fatores ou por genes existentes que predispõem a uma maior chance da ocorrência das hérnias.

Algumas variações anatômicas na coluna, como por exemplo vértebras a mais ou fusões de corpos vertebrais, e desvios de alinhamento, como na escoliose, podem facilitar o aparecimento de hérnias.

Além disso temos os fatores ambientais e mecânicos, como: traumas agudos, microtraumas de repetição, execução errada de atividades físicas, como levantamento de peso, atrofia da musculatura paravertebral, desidratação dos discos intervertebrais e sobrepeso.

Como diagnosticar a hérnia de disco?

O diagnóstico é realizado através de exames de imagem, como os exames de raio-x, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

A radiografia da coluna, por ser um exame amplamente disponível e de baixo custo, pode ser o primeiro exame no estudo das dores lombares.

O objetivo do raio-x é a procura de alterações degenerativas que podem indicar a presença de hérnia de disco, porém esses achados são inespecíficos e não avaliam a hérnia de disco propriamente dita.

Já a tomografia da coluna é um exame com maior acurácia em relação ao raio-x, pois analisa com maior detalhe os corpos vertebrais e articulações, definindo melhor as alterações degenerativas e podendo diagnosticar hérnias mais evidentes.

Porém ainda apresenta menor sensibilidade para avaliação do tamanho da hérnia, das raízes neurais e do canal vertebral.

Sendo assim, a ressonância magnética da coluna é o melhor exame para o diagnóstico da hérnia de disco, pois apresenta uma ótima diferenciação das estruturas de partes moles, como o disco intervertebral, as raízes neurais e o canal vertebral.

Além de conseguir analisar o tipo e extensão da hérnia de disco, bem como auxiliar na definição do tratamento.

Na Pro Imagem nós realizamos os exames de tomografia computadorizada e ressonância magnética.